Exonerado por Dilma, Lula volta para as mãos do juiz Sérgio Moro

Exonerado do cargo de ministro da Casa Civil, no qual estava, apesar de afastado após ser formalmente empossado, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) retornou para as mãos do juiz federal Sérgio Moro, responsável pela Operação Lava Jato. Isso porque, sem ser ministro, Lula perdeu o chamado foro privilegiado, quando só pode ser julgado pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

De acordo com a revista Veja, Lula deve ter nos próximos dias seus processos enviados da o juiz Sergio Moro. No STF, ficará apenas no processo que investiga o suposto “quadrilhão” montado por políticos para sangrar os cofres da Petrobras. Vale lembrar que um possível pedido de prisão de Lula ganha força com o envio do processo para Moro. No início do ano o ex-presidente já foi levado coercivamente para depor.

A edição desta quinta-feira (12) do Diário Oficial da União traz a exoneração de todos os ministros do governo da presidenta Dilma Rousseff. O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Sila, que havia sido nomeado ministro-chefe da Casa Civil, é o primeiro da lista.

*Varela notícias