PF pediu prisão domiciliar para Benito Gama, mas ministro do STF negou

PF pediu prisão domiciliar para Benito Gama, mas ministro do STF negou
Foto: Will Shutter/Câmara dos Deputados

A Polícia Federal solicitou a prisão domiciliar do presidente do PTB na Bahia, o deputado federal Benito Gama, que não conseguiu se reeleger, mas o pedido foi negado pela Procuradoria-Geral da República (PGR) e pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Marco Aurélio de Mello.
Segundo o jornal O Globo, a PGR e STF também negaram a prisão domiciliar do senador e deputado federal eleito Aécio Neves (PSDB-RJ), de sua irmã Andrea Neves, e do deputado federal Paulinho da Força (Solidariedade-SP).
A PGR concordou apenas com três pedidos de prisão de pessoas ligadas a Aécio: os empresários Flávio Jacques e Ricardo Guedes e o marqueteiro Paulo Vasconcelos. Cristiane Brasil, Benito Gama e o tesoureiro do PTB, Luiz Rondon, receberam apenas uma notificação para depor, assim como o senador José Agripino Maia (DEM-RN).

*BN