Trump diz que Suprema Corte deveria ordenar contagem de todos os votos no dia da eleição

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou em um evento de campanha neste domingo (1º) que a Suprema Corte americana já deveria ter ordenado que todos os votos fossem contados já no dia da eleição, rejeitando a possibilidade de apuração das cédulas que chegarão pelo correio depois desta terça-feira (3).

“Vocês sabem o que teria sido realmente bom? Se nossa Suprema Corte tivesse decidido que tudo deve ser contado até a noite de nossa eleição, nosso grande dia de eleição, não seria bom?”, disse Trump a apoiadores em comício na cidade de Rome, na Geórgia.

“Em vez de esperar seis dias, oito dias, nove dias, dando a eles mais tempo. Se eles querem mais tempo, deixe-os votar mais cedo. Eles não têm que esperar”, acrescentou o presidente, em referência aos eleitores cuja preferência é pelo candidato democrata, Joe Biden.

A fala do republicano diz respeito a alguns estados considerados decisivos para a eleição presidencial que conseguiram na Justiça a prorrogação do prazo para aceitar os votos enviados pelo correio que chegarão depois da eleição.

Na Pensilvânia, por exemplo, a data limite é a próxima sexta-feira (6), e na Carolina do Norte, o prazo vai até 12 de novembro.

Durante toda a campanha, Trump se posicionou contra a votação por correio, alegando que a modalidade está sujeita a fraudes, embora não haja evidências de irregularidades no pleito atual e, historicamente, o voto por correspondência seja considerado seguro.

BN