Deputado Pedro Tavares vota a favor de projeto que autoriza o estado a fazer empréstimos sem juros para vítimas da chuva

Deputado Pedro Tavares vota a favor de projeto que autoriza o estado a fazer empréstimos sem juros para vítimas da chuva
Foto: Divulgação

O deputado Pedro Tavares foi um dos parlamentares baianos que se absteve na votação que autorizaria a venda de terrenos do Detran, do Terminal Rodoviário de Salvador, da antiga sede da Junta Médica do Estado da Bahia e do Centro de Convenções.

Em entrevista ao Programa do Valente, Tavares disse que a bancada de oposição decidiu abandonar o plenário para a votação do texto, por entender que poderá ter problemas jurídicos no futuro. A manobra, no entanto, não surtiu efeito e o projeto foi aprovado.

Segundo o deputado, o governo Rui Costa tem a maioria dos deputados são de apoiadores e com isso, faz com que obtenha aprovação dos projetos.

“O número de parlamentares do governo é muito grande, dificulta o nosso trabalho regimentar e eles tem tido facilidades aprovar os projetos, mesmo com a nossa luta contra. Fazemos o nosso papel com seriedade, mas com maioria absoluta no parlamento, eles vencem”, pontua.

O governo da Bahia afirma que os recursos obtidos serão para diminuir o déficit previdenciário do estado.

Pedro Tavares evidenciou ainda que mesmo sendo da bancada de oposição, há projetos, que beneficiam a população serão votadas e terão apoio como a aquisição de benefícios àquelas pessoas do extremo-sul da Bahia atingidas pelas chuvas.

“O projeto foi votado de forma que o benefício chegasse o mais rápido possível para aquelas pessoas que foram castigadas pelas chuvas. Sempre votamos em projetos endereçados ao benefício de nossa população”, acrescentou.

O projeto de lei  prevê a liberação de R$ 20 milhões em financiamentos para atender os comerciantes e prestadores de serviço dos municípios em situação de emergência para a aquisição fogões e geladeiras para doação às famílias de baixa renda moradoras de cidades atingidas pelas enchentes.

Confira entrevista com deputado a partir de 6:30