Privatização da Petrobras trouxe alta dos preços’, diz Wagner sobre reajuste no gás

Privatização da Petrobras trouxe alta dos preços’, diz Wagner sobre reajuste no gás

Após a Acelen, empresa que administra a Refinaria Mataripe, comunicar um reajuste de 3,24% no preço do gás de cozinha, o senador Jaques Wagner (PT) utilizou as redes sociais, nesta quarta-feira (2), para criticar a possível privatização da Petrobras, que segundo ele “trouxe a alta dos preços”.

“O preço do gás de cozinha subiu, mais uma vez, para toda a Bahia. É o segundo aumento em menos de 60 dias. Como prevíamos, a privatização da Petrobras trouxe alta dos preços e muito prejuízo. Com tanto desemprego e carestia, esse aumento prejudicará ainda mais as famílias baianas”, escreveu o petista no Twitter.

O reajuste é equivalente a R$ 1,51 na refinaria, impactando o valor final do produto em R$ 2 ou R$ 3. Esse é o segundo reajuste do gás de cozinha somente em 2022.

*Bahia.Ba