SAJ: funcionários da Lorentur fazem protesto após prefeitura romper contrato com a empresa

Foto: reprodução

Os rodoviários da empresa Lorentur, que fazia o transporte coletivo em Santo Antônio de Jesus, realizaram um protesto no pátio da empresa nesta quarta-feira (30/6). Os funcionários ficaram desempregados após a prefeitura anunciar a rescisão do contrato com a empresa.

Na manhã de hoje, começaram a circular na cidade os ônibus da nova empresa de transporte coletivo do município, a Romastur Transporte e Turismo Eireli. A empresa foi contratada pela prefeitura em caráter emergencial, para assumir as linhas que antes eram operadas pela Lorentur.

Cerca de 50 funcionários da Lorentur participaram da manifestação. Eles disseram que não foram comunicados do desligamento. O decreto de caducidade entre a prefeitura e a Lorentur foi publicado no diário oficial municipal de terça-feira (29/6). Segundo informação da prefeitura, a quebra do contrato aconteceu por conta da má qualidade do serviço oferecido pela Lorentur.

Foto: reprodução

O empresário Lourenço Oliveira, da Lorentur, em entrevista ao repórter Tino Alves, disse que a empresa foi notificada pela prefeitura somente às 9h35 da manhã de hoje e que não houve uma informação prévia sobre a suspensão do contrato.

“Coloquei os ônibus na rua porque não houve comunicação oficial. A prefeitura não cumpriu com a parte dela no contrato. Uma arbitrariedade grande. Não nos chamou para uma conversa, um ajustamento de conduta. Além disso, não fazia fiscalização. Qualquer ônibus fazia transporte de passageiros na cidade. Não conseguíamos fazer o transporte de tanto clandestino que tem na cidade. Sem fiscalização. São 50 trabalhadores desempregados. Uma empresa sediada no município e que paga seus impostos aqui. O prefeito e o vice-prefeito, Careca, contrataram uma empresa de São Paulo. Vamos aguardar uma decisão judicial”, afirmou o empresário.

 

*Andaiá