Vereador aponta suposta ‘maquiagem’ nas contas da educação de SAJ e diz que falta comando na gestão: “a gestão não ‘pegou’ ainda e a cidade está desandada”

Uberdan disse que há documentos que comprovam a suposta maquiagem e afirma que falta gestão da administração pública.

Vereador aponta suposta ‘maquiagem’ nas contas da educação de SAJ e diz que falta comando na gestão: "a gestão não 'pegou' ainda e a cidade está desandada"

O vereador Uberdan Cardoso (PT), em plenária da Câmara, apontou supostos erros nas contas da Secretaria de Educação e disse que existe uma ‘maquiagem’ na prestação de contas, sobretudo no que diz respeito a merenda escola. No entanto, segundo o edil, não classifica como má fé e sim falta de atenção.

Conforme informou em entrevista a Andaiá FM, documentos podem comprovar as discrepâncias apresentadas pela secretaria.

“Existe uma maquiagem na prestação de contas da Secretaria de educação. As contas estão com um erro grosseiro. Já acionamos o município e demos entrada aqui na Câmara pedindo esclarecimentos”, informou ao repórter Itajaí Júnior, da Andaiá FM.

De acordo Uberdan Cardoso, a bancada de oposição já protocolou uma audiência com a secretária de educação, professora Renilda Barreto, para prestar maiores esclarecimentos.

“Se este erro existir de fato, o município não atingiu, na educação, o limite constitucional. Gastou a menos e isso implica em problemas crônicos em infraestrutura das escolas, na merenda escolar e a licitação foi feita recentemente e ainda precisa ser regularizada, e há crianças indo às escolas sem fardamento”, pontua.

Para Uberdan Cardoso, as secretarias trabalham isoladas, às quais classificou como ‘ilhas’, e afirmou que não há coordenação entre elas e a gestão municipal.

“Estamos com problemas sérios na cidade. Está faltando comando e planejamento, pois as secretarias agem como se fossem ilhas. Não há concordância, pois não vemos os secretários falando a mesma língua. Quando a oposição se posiciona ela quer alertar, é no sentido de dizer para o prefeito abrir os olhos porque as coisas estão indo de mal a pior. As pessoas precisam conhecer o que se passa de fato na administração. Pois, a gestão está como aqueles carros velhos, que batemos a chave e ele falha. A gestão não ‘pegou’ ainda, a cidade está desandando”, completa.

Redação: Blog do Valente

Veja mais notícias no blogdovalente.com.br e siga o Blog no Google Notícias