SAJ: “Provavelmente amanhã vamos iniciar a vacinação”, diz secretário de saúde

fc0073f5-80c3-4144-90df-bc24f8185133
44539fad-9c59-49ad-aea7-c12fd8ca410f
9fd0b302-bc99-4a5c-8832-e4cdc65199bf
3e9debc2-7c61-462a-a498-42244a7f1b84

Prefeito e secretário municipal de Saúde foram autorizados para retirada das doses após conferência e emissão de nota fiscal por órgão estadual

A vacina Coronavac, desenvolvida pelo Instituto Butantan para imunizar a população contra a COVID-19, em parceria com a empresa chinesa Sinovac Biotech, chegou na manhã desta terça, 19, em Santo Antônio de Jesus, no Recôncavo Baiano. O imunizante, adquirido pelo Governo Federal, foi enviado por meio da Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) num lote direcionado para o município e para outras 12 cidades da região.

As doses da vacina, também distribuídas para outras regiões do estado, foram recebidas pela Prefeitura Municipal de Santo Antônio de Jesus (PMSAJ) por meio do prefeito, Genival Deolino, e do secretário de Saúde, Leonel Cefezeiro, somente depois da conferência e emissão de nota fiscal – procedimentos determinados pela Sesab – pela Rede de Frio de Imunização da Regional de Saúde de Santo Antônio de Jesus. Apenas depois da execução dos protocolos necessários, os gestores municipais de cada uma das 13 cidades do território do Recôncavo foram autorizados para a retirada do imunizante.

De acordo com o secretário Leonel Cafezeiro, o plano de vacinação deve ser divulgado na noite desta terça-feira (19), “Provavelmente amanhã nesse horário vamos iniciar a vacinação da população. Já está tudo pronto, inicialmente vamos vacinar a população acima dos 75 anos nas residências, muita gente acamada, com dificuldade de se locomover, planejamos 14 viaturas para vacinar durante o dia. Hoje a noite vamos vacinar a primeira pessoa”, disse em entrevista à Rádio Andaiá FM.

Ao todo, 376 mil doses chegaram à Bahia às 22h20 de ontem, 18. Hoje pela manhã, 1,6 mil doses direcionadas para SAJ chegaram ao município numa aeronave do Grupamento Aéreo da Polícia Militar (Graer).

Nesta primeira etapa, a Sesab determina que sejam vacinados profissionais de saúde, idosos asilados, população indígena maior de 18 anos e portadores de deficiência que residem em abrigos. Para a imunização é fundamental que os cidadãos levem o cartão de vacinação – caso não possuam um, os munícipes receberão um novo cartão com a indicação de qual vacina contra a COVID-19 recebeu.

O município estima que cerca de 500 profissionais de saúde sejam imunizados nesta primeira leva da vacinação. A projeção de chegada da segunda dose do imunizante é dentro de 21 dias. Haverá uma coletiva de imprensa nesta terça, às 19h para detalhar o plano municipal de imunização e realizar a vacinação dos primeiros cidadãos santoantonienses.

Ascom PMSAJ/ Blog do Valente