SAJ: Dr. Everaldo afirma que Genival teria impedido a vinda de rede atacadista; prefeito nega e diz que conversas com a empresa continuam

A implantação de um supermercado de uma grande rede atacadista, em Santo Antônio de Jesus, tem gerado um debate na cidade. Segundo o presidente do PDT de SAJ, Dr. Everaldo Júnior, o atual prefeito Genival Deolino não teria autorizado o empreendimento que geraria mais de oitocentos empregos.

A equipe do Blog do Valente entrou em contato com o prefeito Genival Deolino que afirmou que as negociações com a rede de supermercados continuam e diz que está avaliando, inclusive, a possibilidade de um outro local para a construção. O prefeito afirmou também que ele trabalha para que não somente essa, mas para que outras empresas se instalem em Santo Antônio de Jesus e negou qualquer possibilidade de interferência política na negociação.

Segundo Everaldo Júnior, o CONCIDADES (Conselho da Cidade de Santo Antônio de Jesus) que é presidido pelo atual prefeito da cidade, proibiu a construção do supermercado atacadista, que seria realizada em uma área de 15 mil m², na Avenida Ursino Pinto de Queiroz, ao lado da Tecfogel onde atualmente funciona um estacionamento. A justificativa para o ato seria o transtorno que o empreendimento traria para o transito da região e prejuízo aos moradores por ser uma área de residências, mas o presidente do PDT alega que na região existem outros três supermercados. “Nós não queremos acreditar que o secretário de infraestrutura deu um parecer para favorecer o monopólio ou a caraterização desses empresários”, afirmou o presidente ao questionar o motivo da proibição da abertura do supermercado.

Dr Everaldo diz em um vídeo que circula nas redes sociais que um documento assinado pelo secretário de Infraestrutura André Souza Gomes, no dia 29 de janeiro de 2021, informa que a autorização dependeria de estudos de viabilidade da Coelba, drenagem do solo e estrutura em relação aos resíduos sólidos, que não foram apresentados.
A decisão inicial de não liberar a instalação do supermercado foi tomada embasada pelo relatório do CONCIDADES, que apontou que a construção traria transtorno para uma das avenidas mais movimentadas de Santo Antônio de Jesus.

O prefeito Genival também explicou que uma Análise de Orientação Prévia (confira abaixo), assinada pela ex-secretária Sônia Fontes diz que “pela localização do terreno, sendo no centro da cidade, não é recomendado a destinação dessa área para uso de galpão, depósito e atacadista ou empreendimento gerador de impacto de vizinhança, uma vez que existem residências ao redor e o desempenho dessa atividade pode ocorrer a emissão de ruído, provocando poluição sonora no local além de tráfego de caminhões pesados que possam danificar o calçado feito recentemente no centro da cidade”

O Blog do Valente entrou em contato com Leonel Reis, membro do CREA e integrante do CONCIDADES, o mesmo informou que em nenhum momento houve uma autorização do conselho para a implantação do supermercado em SAJ. “Pelo CONCIDADES, o processo foi indeferido desde a primeira vez que foi apresentado, não teve duas análises, foi análise única. Nós indeferimos o processo, foi devolvido a secretaria de Infraestrutura e até o presente momento não foi reapresentado”, pontuou.

 

94d283cc-3813-41e8-b77e-671c702ae401
76c94520-fd38-47b2-95e2-c507523837d4