SAJ: Delegado diz que pessoas que compraram pela internet os eletrodomésticos furtados em loja irão responder por crime de receptação

O delegado Adilson Bezerra comentou caso da dupla presa acusada de furto em uma loja de eletrodoméstico em Santo Antônio de Jesus.

Duas pessoas foram presas na tarde de ontem (07), após furtar lavadoras de roupas, fogões, batedeiras, liquidificadores, dentre outros objetos para serem revendidos pela internet.

Ao radialista Léo Valente do Programa Levante a Voz na Rádio Andaiá FM, na manhã desta terça-feira (08), o delegado explicou que um dos acusados era funcionário da loja e usava um veículo Fiat Strada vermelho para transportar os objetos como se fosse entrega de uma compra.

“Em plena luz do dia, como algo natural, tranquilamente. Alguns materiais apreendemos na residência de um dos furtadores, na casa da mãe de um deles, e outros materiais recolhemos ainda na caixa e estamos na investigação das pessoas que compraram pela internet”, disse.

A polícia informou ainda que o acusado abusava da confiança que possuía como funcionário e há mais de dois meses estaria desviando as mercadorias.

“Para se ter uma ideia, um fogão e uma lavadora de roupa eram vendidos pelo primeiro acusado pelo valor de R$ 100,00 (cem reais) ao segundo acusado, que ia pegar diretamente na loja, em plena luz do dia, no horário do almoço, e era carregado diretamente pelo primeiro acusado no veículo do segundo acusado. Foram pelo menos 09 (nove) fogões e 09 (nove) lavadoras de roupas semi-automáticas vendidas nessa condição, além de outros objetos eletroeletrônicos. Os objetos recuperados foram entregues ao proprietário do estabelecimento comercial”, pontuou.

De acordo com o delegado, as pessoas que efetuaram a compra desses eletrodomésticos pela internet irão responder pelo crime de receptação, uma vez que, elas compraram pelo valor abaixo do mercado e sem nota fiscal.