Casos de poliomielite no mundo acendem alerta no Brasil

Baixa vacinação no país pode ser fator de risco para volta da doença já erradicada no país

Casos de poliomielite no mundo acendem alerta no Brasil

Novos casos de poliomielite ressurgiu no mundo, em Israel e Malaui, sudeste da África, acenderam o alerta no Brasil. Apesar da doença ter sido erradicado oficialmente em 1994, e o último caso de pólio no país ter sido em 1989, a baixa vacinação desde então pode ser um fator de risco.

Segundo o g1, o país tem “alto risco de reintrodução” da doença. A vacinação contra poliomielite no Brasil caiu de 96,55% em 2012 para 67,71% em 2021, considerando as primeiras três dose do imunizante, aplicadas no primeiro ano de vida da criança.
A primeira dose da pólio é aplicada a partir dos 2 meses de vida. Mais duas doses, aos 4 e 6 meses, também são dadas aos recém nascidos. Aos 15 e 18 meses, uma primeira dose de reforço é aplicada e a segunda acontece entre 4 e 5 anos de idade, segundo a Sociedade Brasileira de Imunização (SBIm).

Em 2012, considerando todas as doses, a cobertura vacinal era de 96,55%. Em 2021, caiu para 59,37%. A taxa mais baixa foi a de reforço, dada aos 4 anos, com apenas 52,51% no ano passado. Os dados foram computados no DataSUS até 6 de março.

“Uma menina de 3 anos foi diagnosticada com poliomielite por poliovírus selvagem no Malaui, é o primeiro caso na África em 5 anos. O Brasil é um dos 6 países das Américas com alto risco de reintrodução da pólio, no nosso caso pela queda da cobertura vacinal”, alerta o infectologista Gerson Salvador, do Hospital Universitário da Universidade de São Paulo (USP).

Ainda segundo o infectologista, em 2015 a cobertura vacinal contra a poliomielite no Brasil chegou a se aproximar de 100%. A partir de 2016, ocorreu uma “queda vertiginosa”.
Desde 2014, a cobertura vacinal contra a poliomielite está abaixo de 95%. Para a pediatra e vice-presidente da Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm), Isabella Ballalai.

Para a médica, “o Brasil tem vários fatores de risco para a poliomielite. O mais novo deles é a baixa cobertura vacinal”, afirma.

A poliomielite é uma doença contagiosa aguda causada por vírus que pode infectar crianças e adultos e em casos graves pode acarretar paralisia nos membros inferiores.