Em seu 1º discurso após vitória, Biden afirma que governará para todos americanos

O presidente eleito dos EUA, Joe Biden, afirmou na noite deste sábado (7) que governará para todos os americanos em seu primeiro discurso após ser anunciado como vencedor das eleições de terça-feira (3).

“Não vejo estados vermelhos (republicanos). Ou azuis (democoratas). Vejo apenas os Estados Unidos da América”, disse ele em um evento no formato drive-in na cidade de Wilmington, em Delaware. “Sou orgulhosamente democrata, mas governarei como um americano”.

“Para todos aqueles entre vocês que votaram no presidente (Donald) Trump, entendo sua decepção esta noite. Já perdi algumas vezes, mas agora vamos dar uma chance um ao outro”, disse Biden no tom unificador que marcou sua campanha. Ele não mencionou o fato de que o republicano não reconheceu a derrota até o momento e contesta o resultado da eleição com ações judiciais em diversos estados.

O democrata comemorou a votação recorde que sua chapa recebeu —mais de 74 milhões de votos—, um ponto que contribui para sua estratégia de não confrontar o republicano ao mesmo tempo em que reafirma a legitimidade de sua vitória.

“É hora de colocar de lado a retórica dura, baixar a temperatura, nos vermos novamente, nos ouvirmos novamente e, para progredir, temos que parar de tratar nossos oponentes como nossos inimigos. Eles não são nossos inimigos. Eles são americanos”, acrescentou.

O ex-vice-presidente disse que seu trabalho como presidente começará no combate à crise do novo coronavírus, um dos temas que definiu a disputa eleitoral. Ele anunciou que nomeará já na segunda-feira (9) um grupo de especialistas de saúde para trabalhar no “plano Biden-Harris” de combate à pandemia.

BN