‘Revoltada’, diz organizadora da festa de Carlinhos Maia ao negar infecção em massa de funcionários

A cerimonialista Aninha Souza, que produziu o Natal da Vila, festa organizada pelo humorista e influenciador Carlinhos Maia, em 18 de novembro, negou que 47 funcionários do evento tenham sido contaminados pelo coronavírus no festejo. Em uma série de stories no Instagram, ela afirmou estar “revoltada” e disse que as informações sobre a contaminação são mentirosas já que ela não teria encontrado uma só pessoa que trabalhou na festa contaminada.

Não dou trela para site de fofoca, mas fiquei revoltada. Pelo amor de Deus, não falem o que vocês não sabem. Não sou irresponsável não, pós evento, a gente falou com todos os fornecedores que estavam sob minha coordenação. Tenho contato de todos e dos colaboradores também”, reclamou Aninha.

As informações sobre a contaminação são do colunista Erlan Bastos, do Observatório dos Famosos. Se dirigindo aos sites que postaram a notícia, a cerimonialista pediu que os profissionais não “destilem o seu veneno” e garantiu que a “maldade não vai atingir a alegria das pessoas que estão desfrutando do que ganharam com o trabalho”.

Antes de começar a falar nos stories, Aninha republicou a postagem do UOL com a coluna comentando que dói ler e aceitar certas coisas calada. Ela pediu mais amor e disse ter recebido feedbacks dos fornecedores e seus funcionários agradecidos e mostrando as compras que foram feitas com o dinheiro ganhado com a festa.

Fonte: Correio