Primeira vacina contra a Covid-19 para animais é registrada na Rússia

Foto: Divulgação

A primeira vacina contra a Covid-19 para animais foi aprovada nesta quarta-feira (31), na Rússia. Chamado de Carnivac-Cov, o imunizante garante ter índice de eficácia de 100%, segundo a agência reguladora do país. Informações do jornal O Globo apontam que a produção em massa começará em abril.

Em comunicado, o vice-diretor da agência veterinária e fitossanitária russa (Rosselkhoznadzor), Konstantin Svenkov, afirmou que todos os animais testados, desde outubro do ano passado, desenvolveram anticorpos para combater a doença que assola o mundo.

A resposta imunológica foi eficiente por pelo menos seis meses após a aplicação da dose. A agência lembra que a vacina serve apenas para carnívoros – foram testados gatos, cães, raposas vermelhas e polares e visons.

O desenvolvimento do imunizante ficou a cargo do Centro Federal de Saúde Animal, filial da Rosselkhoznadzor.

A Rússia registrou, até o momento, dois casos de infecção pela Covid-19 em gatos. Estudos feitos por cientistas indicam que cães e gatos não desempenham grande papel na transmissão do vírus, e que os animais costumam ter sintomas leves da doença.

Vale lembrar que a missão conjunta dirigida pela Organização Mundial na China para descobrir as origens da Covid-19 concluiu que, provavelmente, o vírus foi inicialmente transmitido por morcegos ou outro animal.

Na Dinamarca, todos os 15 milhões de visons foram sacrificados, em decorrência da suspeita de que eles fossem portadores e vetores de uma mutação do coronavírus problemática para humanos.

 

*BN