Comandante retorna ao aeroporto após passageiro fumar em avião

Um avião que fazia o trecho de São Paulo para Porto Seguro precisou retornar ao Aeroporto de Garulhos porque um passageiro fumou a bordo. A aeronave já estava no percurso para a cidade baiana quando os tripulantes identificaram o ato ilícito.O comandante optou por retornar a São Paulo, deixar o passageiro, abastecer e só assim retomar o voo. O avião da Latam ficou parado por cerca de uma hora em Guarulhos e só voltou a voar após a Polícia Federal recolher o material para análise.

No sistema de comunicação do avião, o comandante informou: “Para a segurança de todos, tivemos que retornar. Estamos fazendo os nossos procedimentos de abastecimento. Peço desculpas pelo inconveniente, mas nossa segurança sempre em primeiro lugar”, disse.De acordo com o artigo 221 do Código Penal, é crime fumar durante o voo “por expor a aeronave ao perigo e atentar contra a segurança do transporte aéreo”. O passageiro que for flagrado praticando o ato pode pegar pena de dois a cinco anos de reclusão.

Acionada pela reportagem do Metrópoles, a Latam informou, em nota, que o passageiro teve “comportamento indisciplinado” e, por isso, teve que desembarcar. Confira o comunicado:“A Latam Airlines Brasil informa que desembarcou um passageiro do voo LA 3260 (São Paulo/Guarulhos – Porto Seguro) desta quinta-feira (18) em função de comportamento indisciplinado. A Latam reforça que segue os mais elevados padrões de segurança, atendendo rigorosamente aos regulamentos de autoridades nacionais e internacionais”.

*Metrópoles