Médica é agredida fisicamente enquanto trabalhava em Cruz das Almas

Na noite de sábado (29), uma médica foi agredida fisicamente enquanto trabalhava na UPA Cruz das Almas, no Recôncavo Baiano. Segundo informações do Sindicato dos Médicos da Bahia (Sindimed-BA), a médica relatou que foi puxada pelo jaleco, após ouvir uma série de insultos e o porteiro teve a mão machucada.

 

As agressões foram feitas por uma acompanhante de uma paciente, que invadiu as dependências da unidade e exigiu que o atendimento fosse feito de imediato, desrespeitando a triagem que tinha classificado o caso como menos grave. No momento, a unidade estava superlotada e a equipe de profissionais reduzida.

O Sindicato garante que dará o suporte o suporte jurídico e encaminhará a denúncia ao Cremeb, prefeitura e Secretaria de Saúde da cidade, além dos Ministérios Públicos do Estado e do Trabalho. O caso foi registrado na delegacia.