Justiça decreta prisão preventiva do vice-prefeito de Santo Amaro

A Justiça decretou nesta terça-feira (19) a prisão preventiva do vice-prefeito de Santo Amaro, Leonardo Pacheco, do secretário de Obras do município, Luís Eduardo Pacheco, e do funcionário da pasta, Diego Sales. Os três foram detidos na última quinta-feira (14) durante a “Operação Adsumus”, do Ministério Público do Estado (MP-BA), e tiveram as prisões temporárias revertidas para preventivas – que não tem prazo definido para acabar. Ainda nesta terça, a Justiça também prorrogou a prisão do empresário Roberto Santana e decretou a prisão temporária do empresário Luis Claudio Sampaio Lobo.

231129

A Operação Adsumus investiga irregularidades em contratos de obras públicas que tiveram prorrogações forjadas, que teriam ocorrido com o aval do vice-prefeito. O órgão estima que os crimes cometidos por empresários e agentes públicos da prefeitura na execução de 19 obras inacabadas entre 2011 e 2015 representa um prejuízo estimado em aproximadamente R$20 milhões. Foi constatado um total de 18 obras inacabadas, cujos valores contratados estavam incompatíveis com o estágio e a dimensão dos empreendimentos.(BN)