Aliado de Ciro anuncia apoio a Bolsonaro, que ganha primeiro palanque no Nordeste

 

O candidato à Presidência da República pelo PSL, Jair Bolsonaro , ganhou seu primeiro palanque no Nordeste para o 2º turno nesta sexta-feira (12). O candidato do PDT ao governo do Rio Grande do Norte, que também disputa o segundo turno, anunciou que apoia o capitão reformado do Exército. Carlos Eduardo (PDT) enfrenta Fátima Bezerra (PT) na votação do próximo dia 27.

No país todo, Bolsonaro leva vantagem neste quesito e terá mais palanques que Haddad : de 28 candidatos que disputam governos estaduais no segundo turno, 12 já anunciaram que apoiam o candidato do PSL.

No início da semana, o PDT anunciou que daria um “apoio crítico” a Fernando Haddad (PT) , mas o presidenciável do partido, Ciro Gomes, que ficou em terceiro lugar na disputa, não quis falar sobre a decisão da legenda nem manifestar apoio particular.

O PDT informou que Ciro não subirá ao palanque nem fará campanha, e o candidato viajou para a Europa, devendo voltar apenas na semana da votação do segundo turno, segundo sua assessoria de imprensa. Foi um revés para o petista, que esperava ver Ciro engajado na campanha ao longo do segundo turno.

A falta de firmeza no apoio do presidenciável do PDT pode ter estimulado o candidato da sigla no RN a marcar posição favorável a Bolsonaro, que precisa de bandeiras em relação a sua adversária, correligionária de Haddad. Fátima ficou na frente no primeiro turno, com 46,17% dos votos válidos , contra 32,45% de Carlos Eduardo.

UOL procurou o presidente do PDT, Carlos Lupi, para perguntar se caberia alguma espécie de sansão em relação ao candidato, por ter contrariado a orientação do partido, mas ele não atendeu aos telefonemas. A direção nacional também foi procurada, por meio de sua assessoria de imprensa, mas não retornou os contatos até a publicação desta reportagem. Ao jornal Folha de S. Paulo, Lupi afirmou que não via problema na declaração de apoio . “Não posso impor uma situação que inviabilize meu candidato”, afirmou.

Eduardo divulgou seu apoio por meio de um vídeo distribuído em grupos de WhatsApp. Até a tarde desta sexta, não havia sido publicado nos canais oficiais do candidato no Facebook, Twitter, Instagram ou Youtube. O UOL não conseguiu contato com a assessoria de imprensa do candidato, mas a um jornal local, a campanha confirmou a autenticidade do vídeo e do apoio.

No vídeo, ele lamenta a ausência de Ciro Gomes no segundo turno. Diz que o PT assumiu prometendo um país mais justo com emprego, educação e saúde.

“Doze anos depois, temos um Brasil dividido e vivendo sua maior crise econômica, com 13 milhões de desempregados, a maior violência de todos os tempos e a maior crise ético e moral de toda sua história”, afirma Eduardo na mensagem. “Por tudo isso, e para que o Rio Grande do Norte não fique de fora no novo Brasil que sairá vencedor das urnas, Bolsonaro presidente.

Fonte Jornal Floripa




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *