Recadastramento: Vera Cruz é município baiano com menor índice de eleitores biometrizados

Foto: Viaje na Rede

Dos 51 municípios baianos onde o recadastramento biométrico passa a ser obrigatório em 2018, Vera Cruz é o que possui o menor índice de eleitores biometrizados. A exatos 19 dias do fim do prazo, apenas 44,31% dos habitantes aptos já realizaram o serviço. Para os eleitores da cidade, o recadastramento pode ser feito na subprefeitura, que fica no distrito de Gamaleira, e também no Fórum Eleitoral de Itaparica, na Avenida Dr. Antônio Calmon, no Centro. Em ambos os locais, o atendimento é feito de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h. Outro município em situação crítica é Camaçari. De acordo com dados atualizados na última segunda (8), dos 168.350 mil eleitores da cidade, 55,27% realizaram o procedimento. Somado a isso, uma instabilidade no sistema do Fórum Eleitoral resultou em transtornos para quem tentou realizar a biometria no início desta semana. Em Salvador, o quadro também é de longas filas e demora nos postos. Com atendimento sendo feito em diversos locais – Prefeituras-Bairro, Assembleia Legislativa (AL-BA), Câmara Municipal (CMS), Tribunal de Justiça (TJ-BA), sede do próprio TRE e outros pontos –, cerca de 57,04% dos 2.000.902 eleitores da capital baiana se recadastraram. Por outro lado, os destaques entre as cidades baianas com mais pessoas recadastradas são Candiba, onde 89,74% dos 10.360 eleitores já estão regularizados, e Ipacaetá, onde 84,86% dos 14.046 eleitores já fizeram o procedimento. No geral, até o momento, o Estado só recadastrou 63,01% dos 4.367.442 eleitores dos municípios obrigatórios. Mas, apesar do quadro, o TRE ressalta que não vai prorrogar o prazo para o recadastramento. Os eleitores que não regularizarem a situação até o dia 31 de janeiro terão o título de eleitor cancelado. Só após a conclusão dos trabalhos, no fim do mês, a Corte Eleitoral baiana vai definir os procedimentos para os eleitores irregulares.

*BN