Médico é denunciado por cobrar para cirurgias pelo SUS em Feira

Foto: reprodução

O médico Samuel Artur Cardoso de Souza foi denunciado nesta segunda-feira (11) pelo Ministério Público estadual por cobrar pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS) pela realização de procedimentos cirúrgicos. De acordo com o promotor Tiago Quadros, o médico era ortopedista conveniado ao SUS e cobrou as duas pacientes em 2010 e 2013. Ele vai responder pelo crime de concussão – quando um funcionário público exige vantagem indevida por conta de sua função, conforme o artigo 316 do Código Penal.

O profissional atendia pelo SUS na Casa de Saúde Santana (CSS), em Feira de Santana. Segundo a acusação, em 23 de agosto de 2010 e 2 de setembro de 2013 ele exigiu das pacientes R$ 1.120 por cirurgias ortopédicas – os valores pagariam duas cirurgias no braço direito (uma por R$ 300 e outra por R$ 400) e um tratamento cirúrgico nos punhos (R$ 420).

O médico chegou a dizer a uma das pacientes que o serviço com autorização do SUS iria demorar a ponto de causar “paralisia” no braço. Para a outra paciente, ele teria escrito em um papel o valor a ser pago e o nome da pessoa que iria receber. A paciente questionou se o procedimento não tinha cobertura pelo SUS. Ele respondeu que o SUS “cobria mas não pagava”. A reportagem não conseguiu localizar o médico para comentar o caso.