Contra o preconceito, mulheres fazem ato ‘Vai Ter Gorda na Praia’ em Salvador

Foto: Arquivo Pessoal

O movimento “Vai Ter Gorda” reuniu mulheres na praia de Itapuã, em Salvador, neste domingo (13), em combate ao preconceito sofrido pelas pessoas que estão acima do peso, a chamada “gordofobia”.

“O movimento começou em 2016 e este ano completa três anos de existência. O grupo surgiu com o intuito de combater a gordofobia, a valorização das mulheres gordas”, disse Adriana Santos, organizadora do grupo.

Segundo ela, o histórico de luta do movimento se baseia em ações de reivindicações de políticas públicas para tirar as mulheres gordas de uma exclusão do mercado de trabalho, além de abraçar outras demandas dos direitos humanos.

Desde que o movimento começou, em janeiro de 2016, este é o quinto ato do “Vai Ter Gorda na Praia” em Salvador.

“O intuito de levar as mulheres gordas, em especial, para as praias, sejam elas de biquíni, maiôs, ou da maneira que quiserem ir, é para reafirmar, mais uma vez, que não existe padrão estético ou corporal”.

Segundo Adriana, a ação também é para chamar atenção para o direito das mulheres gordas ocuparem espaços públicos, sem sofrer discriminação.

“A gente precisa romper essas barreiras do preconceito, da discriminação e dizer um não à gordofobia”, concluiu.

Fonte G1 Bahia




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *