Mesmo afastado pela Justiça, ex-procurador-geral do RJ recebe salários de mais de R$30 mil

Ex-procurador-geral do Rio de Janeiro, Cláudio Lopes, está afastado por ao menos 60 dias

Coisas que só acontecem no Brasil e que são difíceis de explicar para quem não é daqui. Mesmo afastado de suas funções, o ex-procurador-geral do Rio de Janeiro, Cláudio Lopes, acusado de fazer parte do esquema de Sérgio Cabral Filho, está recebendo salários de R$30.471,10.

A decisão de afastá-lo por pelo menos 60 dias veio da Justiça do Rio de Janeiro, que acatou denúncia do próprio MP, sob acusação de corrupção. Ele foi afastado da 6ª Câmara Criminal, onde vinha atuando. Mas está autorizado a receber os salários.

Fonte: Jovem Pan