Trio é preso acusado de estelionato no município de Tucano

001

Welton Francisco da Rocha, Liliane da Silva Muraro e Pamella Thais Lima Fortes, foram presos após uma denúncia anônima no município de Tucano, no nordeste da Bahia, na quarta-feira (27). Segundo o delegado, Miguel Vieira, da 25ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin), o trio tentava ilegalmente benefício de auxílio reclusão na Previdência Social da cidade, configurando crime de estelionato.

De acordo com informações do site da Ministério do Trabalho e Previdência Social, o Auxílio-reclusão é um benefício devido apenas aos dependentes do segurado do INSS (ou seja, que contribui regularmente) preso em regime fechado ou semiaberto, durante o período de reclusão ou detenção. O segurado não pode estar recebendo salário de empresa nem benefício do INSS.

Para que os dependentes tenham direito, é necessário que o último salário recebido pelo segurado esteja dentro do limite previsto pela legislação, que em fevereiro deste ano estava em R$ 1.212,64. Caso o último salário do segurado esteja acima deste valor, não há direito ao benefício. (Bocão News)