Mulher tem rosto desfigurado após marido atear fogo nela por ciúmes

 

Foto: G1 Santos

Um jovem, de 28 anos, foi preso em flagrante suspeito de atear fogo e desfigurar o rosto da própria companheira, de 31, em Mongaguá, no litoral de São Paulo. Leandro de Oliveira Kiyota teria cometido o crime contra Regiane de Almeida Carangola após uma crise de ciúmes. Ela segue internada em estado grave na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da Santa Casa de Santos.

O crime ocorreu na residência do casal, no bairro Balneário Anchieta, na área rural da cidade. Uma discussão teria começado após uma crise de ciúmes de Kiyota. A versão foi dada pela vítima durante um depoimento preliminar às autoridades. As informações foram confirmadas pela Polícia Civil ao G1 neste sábado (15).

Segundo a polícia, o homem começou a apresentar um comportamento violento e, nervoso, ele jogou álcool na companheira e depois a incendiou com um isqueiro. Não se sabe ao certo como foi feito o primeiro socorro à vítima, mas há registro de que um homem teria acionado uma viatura do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) ao endereço.

Ainda de acordo com a polícia, no caminho, a viatura se deparou com Kiyota em uma bicicleta carregando Regiane, ferida, na garupa. Ela foi socorrida e levada para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da cidade. O agressor a acompanhou e aguardou na recepção da unidade.

Vizinhos que presenciaram a confusão acionaram equipes da Polícia Militar, que sabendo da presença do casal na UPA, foram ao local. Mesmo ferida, a vítima relatou o ocorrido aos policiais, que prontamente detiveram o suspeito e o levaram para a Delegacia Sede da cidade.

Em depoimento, ele negou a autoria do crime, e alegou que manuseava cobras que mantinha em potes de vidro com álcool. Ao pedir ajuda para a companheira, um dos vidros caiu sobre ela, derramando o líquido. Ainda segundo Kiyota, Regiane foi fumar e acabou se incendiando.

Fonte: G1