Jaguarari: prefeito rebate informação de rombo nas contas do município e atribui déficit à crise

O prefeito de Jaguarari, Everton Rocha, rebateu as informações veiculadas pelo blog Jaguarari Online e replicadas pelo BNews nesta quinta-feira (9). De acordo com a publicação, a prefeitura da cidade localizada no centro-norte baiano teria acumulado um rombo de R$ 2,1 milhões em nove meses de gestão.

Em nota enviada ao BNews, o gestor explicou que os números são resultado da crise financeira que é enfrentada pela maioria dos municípios brasileiros. “A situação deficitária no orçamento infelizmente não é uma realidade apenas de Jaguarari. Pelo contrário. Municípios vizinhos estão com déficits de mais R$ 4,5 milhões. E, no país, conta-se nos dedos os municípios que estão com superávit, visto que a diminuição dos repasses e a municipalização de serviços deixaram ainda mais complicadas a sobra de recursos mediante o aumento das necessidades”, pondera o prefeito.

Segundo o gestor, em 2016 o município de Jaguarari registrou um déficit de mais de R$ 3 milhões no mesmo período recortado pela publicação. “Sendo que no 5º bimestre, o déficit chegou a quase R$ 4 milhões de reais. E isso não chamou a atenção do referido site ou não atendeu as conveniências de quem lhe financia”, contraatacou.

“População da nossa terra, não acredite em fontes não seguras, em opinião de pessoas que não tem preparo técnico para exercerem a função que por ora querem. A responsabilidade de um profissional de comunicação é zelar para que a verdade venha a público, e isso não se faz baseado em boatos. Os caminhos do jornalismo pautados pela ética é o de apurar toda informação, checar com todos os envolvidos e principalmente, ouvir especialistas no assunto. Afinal um bom jornalista se coloca como mediador da informação e não o dono da verdade”, desabafou o prefeito.

“Reiteramos que a transparência e a gestão eficiente sempre foram pauta diária do executivo municipal. Por isso mesmo, nosso relatório de controladoria, que pode ser acessado por qualquer cidadão, mostra a clareza dos nossos atos e indicam que estamos no caminho certo, quando precisamos, mesmo a contra gosto realizar corte de pessoal e reduzir despesas. Tudo isso pensando em fazer diferente dos anos de descontrole financeiro, que nunca vieram à público”, alfinetou Everton Rocha.

 

 

Fonte: Bocão News




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *