‘Vaquinha’ ajuda menino com síndrome igual ao filme ‘Extraordinário’

A síndrome de treacher collins afeta um a cada 50 mil bebês no mundo e causa malformação da face. Murilo, de três anos, morador de Santa Maria, na Região Central do Rio Grande do Sul, nasceu com esta condição. O menino tem a audição reduzida e a mandíbula e queixo muito pequenos, o que compromete as vias respiratórias da criança.

Os pais decidiram organizar uma campanha nas redes sociais para arrecadar dinheiro e conquiser o valor para adquirir um aparelho que custa cerca de R$ 28 mil e irá facilitar a respiração de Murilo.

O filme “Extraordinário”, best-seller de R.J. Pacio, que está nos cinemas, mostra a história de um menino que tem síndrome de treacher collins. No filme, Auggie, interpretado pelo ator Jacob Tremblay, passou por 27 cirurgias para poder ouvir, ver e respirar melhor.

Murilo nasceu prematuro, com 35 semanas de gestação, e atualmente é acompanhado a cada três meses em uma Fundação para reabilitação de deformidades crânio-faciais (Fundef), que fica na cidade de Lajeado, a cerca de 200 km da casa da família.

A Fundef explica que se Murilo não implantar esse aparelho, o quadro pode evoluir para uma paralisia cerebral ou levar até a morte.

A família já entrou na justiça para tentar ajuda para adquirir o aparelho, mas ainda não obteve resposta e, portanto, decidiu contar com o apoio na internet. Saiba como doar aqui. (Notícias ao Minuto)