R$ 123 milhões distribuídos durante negociação da CSS, verba para o Hospital Regional estaria incluida.

Entre a primeira vez que os deputados governistas tentaram pôr em votação o projeto de lei que cria a Contribuição Social da Saúde (CSS) e o dia em que  ela enfim foi aprovada (último dia 11, quarta-feira) passaram-se 11 dias. Durante esse período, o governo abriu os cofres e liberou R$ 123,6 milhões em emendas parlamentares. Doze vezes mais dinheiro do que fora liberado ao longo dos cinco primeiros meses do ano, R$ 9,6 milhões.O dinheiro é do Orçamento da União. Serve para construção de pequenas obras em redutos eleitorais de parlamentares de todos os partidos. Este ano, o Orçamento prevê R$ 2,393 bilhões em emendas parlamentares.

 Nossa opinião: Em entrevista a imprensa local, durante a entrega de títulos de cidadão santoantoniense, o deputado João Leão falou de um encontro com o ministro da saúde José Gomes Temporão na residência dele. O deputado disse que o voto dele é pelo Hospital Regional de Santo Antônio de Jesus. É uma pena que recursos para obras importantes como o Hospital Regional tenham que sair através de negociações como estas. O pior é se apesar de termos que pagar este imposto que em tese será voltado para a saúde o Hospital ainda não sair. Vamos continuar pagando pra sofrer nas filas dos postos de saúde e hospitais do Brasil.