Motorista só é obrigado a usar bafômetro no caso de acidente

O motorista que se negar a fazer o teste do bafômetro ou de sangue para identificar a presença de álcool no organismo não será preso. Segundo o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), nenhum condutor é obrigado a se submeter aos exames para a aplicação da nova lei de tolerância zero ao alcóol no trânsito. O policial só pode punir o motorista que estiver visivelmente embriagado, ou seja, aplicar multa de R$ 955 e apreender a sua carteira de habilitação por um ano, em caso de acidente. “Ninguém é obrigado a produzir provas contra si mesmo. Queremos mudar isso”, explica Cyro Vidal Soares da Silva, presidente da comissão de trânsito da OAB-SP. O ministro da Justiça, Tarso Genro, defende o bom senso para evitar injustiças. Ele citou o exemplo do padre que bebe vinho na missa. “O padre pode provar que acabou de sair da missa e a autoridade policial vai certamente acolher com sensatez essa informação”, afirma. (fonte: Bahia Notícias)