11 de Dezembro – Dez anos depois

Os familiares das vítimas e partidários do Movimento 11 de Dezembro relembram esta semana uma década da maior tragédia com fogos de artifício já acontecida em solo brasileiro. A explosão, que vitimou fatalmente sessenta e quatro pessoas, na tarde desta quarta feira ( 03 ) a tragédia foi também lembrada através de uma reunião ocorrida na sede da Associação de Moradores do Mutum com representantes de várias entidades representantivas dos direitos humanos e parentes dos envolvidos na data de triste memória.  O que mais marca e ainda revolta a comunidade ao se falar na tragédia dos fogos de Santo Antônio de Jesus é saber que ainda hoje continua-se a fabricar fogos de forma clandestina e perigosa na cidade e, para espanto geral, ainda não foi definida por parte do poder público uma indenização definitiva para as vítimas.