“João fica no PMDB”, diz o ministro Geddel Vieira Lima

 

 

O ministro Geddel Vieira Lima (Integração Nacional) disse neste domingo, 3, para A TARDE que “é zero a possibilidade de desentendimento” entre  o prefeito  de Salvador, João Henrique, e PMDB.  Esta foi a primeira declaração do ministro,  líder do PMDB na  Bahia, sobre  notícia publicada em A TARDE, em que o ex-prefeito Antônio Imbassahy, presidente estadual do PSDB, confirma que João procurou o tucanato baiano manifestando interesse em ingressar no partido com vistas nas eleições de 2010. Depois de o prefeito e a direção da legenda negarem o fato, o ministro Geddel – que ontem almoçou em sua casa com João, onde, segundo ele, conversaram e riram muito sobre o episódio – garantiu que ambos caminharão juntos em 2010. “É uma bobajada. Não tem fundamento nenhum. Tá tudo absolutamente natural. Demos muitas risadas daqueles que desejam a saída de João Henrique da prefeitura com interesse em tumultuar o processo”, ressaltou Geddel. “Sugiro que continuem falando sempre da gente, é mais propaganda”.

Fonte: Atarde