Senado aprova aumento de salário para ministros do STF e depois devem aumentar o deles

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado aprovou, em caráter terminativo, um aumento de 9% para os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) e o Procurador-Geral da República. Se os senadores não ingressarem com um recurso para a votação em plenário, o aumento se efetiva na próxima semana. Os 11 magistrados e o Procurador-Geral recebem atualmente R$ 24.500. Vão passar a receber R$ 26.723. O aumento produzirá um efeito cascata no Judiciário, elevando também os salários de desembargadores, juizes e promotores de Justiça. De acordo com a assessoria técnica da Câmara, onde o ajuste foi aprovado antes do Senado, o impacto dos aumentos será da ordem de R$ 198 milhões com os magistrados e R$ 94 milhões com o Ministério Público. E não pára por ai. Como o salário do Supremo é o teto do funcionalismo público, deputados e senadores devem começar a se mexer para aumentar seus próprios vencimentos. Aguardem.