Moto taxistas da cidade terão que se organizar em empresas

Em iniciativa da Superintend?ncia de Tr?nsito de Santo Ant?nio de Jesus, SEBRAE e Minist?rio P?blico, os profissionais moto taxistas do munic?pio dever?o se enquadrar, dentro de um prazo de quinze dias, na Lei Municipal que prev? a organiza??o do setor com equipamentos adequados e disciplinados atrav?s de empresas legalmente institu?das.? Para o superintendente de tr?nsito, Sidnei Rodrigues, o momento agora ? de definir a situa??o.? “Hoje as pessoas precisam entender que moto t?xi ? profiss?o regulamentada”, disse ele.? Uma vez concretizada a regulamenta??o comercial dos pontos de moto t?xi, as empresas do setor?passar?o a contar com alvar? e estar?o ainda aptas a emitir nota fiscal.