Simpósio da UFRB debate empreendedorismo e inovação no Recôncavo

Nos dias 12 e 13 de novembro, a Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) promoveu o SEIRECON 2019, simpósio que teve como objetivo debater e incentivar o fortalecimento do sistema local de empreendedorismo e inovação do Recôncavo, por meio do estímulo e desenvolvimento do ensino empreendedor. Em sua primeira edição, o evento teve como tema os “Desafios e estratégias para aliar empreendedorismo criativo e desenvolvimento tecnológico ao ensino superior”.

A programação contou com conferências e oficinas ministradas por profissionais e especialistas da área que abordaram assuntos como educação empreendedora, desenvolvimento tecnológico, inovação e os desafios para aliar o ensino superior a estas temáticas. O objetivo foi aproximar a comunidade universitária e a comunidade externa que compõe os espaços de atuação da UFRB no Recôncavo na busca de parcerias estratégicas e soluções inovadoras para a concretização dos objetivos institucionais.

A abertura oficial aconteceu no dia 13, na Biblioteca do Campus de Cruz das Almas, e reuniu o vice-reitor da UFRB, José Mascarenhas; o coordenador de Criação e Inovação (CINOVA), Edilson Pires, e a coordenadora de Ensino de Pós-Graduação (CEPG), Ana Cristina Loyola, representantes da Pró-Reitoria de Pesquisa, Pós-Graduação, Criação e Inovação (PPGCI); e o secretário municipal de Políticas Especiais, Pablo Rezende, representando a Prefeitura de Cruz das Almas.

Durante o evento, ocorreu a 4ª edição da Cerimônia de Entrega do Prêmio Inventor UFRB, que reconhece as contribuições dos inventores no desenvolvimento da ciência, tecnologia e inovação no âmbito da instituição, e do Prêmio Talentos da Pesquisa e Inovação UFRB, que reconhece as pesquisas realizadas no âmbito dos programas de iniciação científica da Universidade Ao todo, foram premiadas sete invenções, uma patente e sete pesquisas.

Os responsáveis pelas invenções e pesquisas premiadas foram chamados à frente do auditório para receber a placa de homenagem das mãos do coordenador da CINOVA e também coordenador do evento, Edilson Pires. “Falar de empreendedorismo e inovação no espaço das universidades é um grande desafio. Precisamos estimular cada vez mais o pensamento empreendedor entre professores, alunos e técnicos, a fim de gerar negócios inovadores”, disse, destacando o exemplo da Maratona de Empreendedorismo Universitário, incluída na programação.

Em seguida, o vice-reitor José Mascarenhas abriu as falas da mesa institucional e defendeu a importância da temática para a atuação estratégica da UFRB. “Que a gente consiga, por meio dessa e de outras iniciativas, fortalecer o sistema regional de inovação do Recôncavo, um sistema que requer a aproximação entre atores do Governo, das universidades e do setor empresarial”, afirmou. Durante o evento, ele anunciou o lançamento da Incubadora de Base Tecnológica da UFRB e garantiu a presença da instituição no Parque Tecnológico de Salvador.

Conferência de abertura – Com o tema “Empreendedorismo e Inovação: estratégias para transformar ideias em negócios de impacto”, a conferência de abertura foi ministrada pelo gerente executivo de Tecnologia e Inovação do SENAI Bahia, Flávio Marinho. Ele agradeceu o convite para o debate e defendeu, logo no início de sua exposição, o conceito de empreendedor como aquele que inova e não apenas aquele que abre uma empresa. “Existem inúmeros casos de empresários que não empreendem, no sentido de implementar aquilo que faz a diferença. Por outro lado, temos inúmeros casos de empreendedores que não são empresários, mas são microempreendedores ou empreendedores comunitários”, citou.

Após sua explanação, o evento seguiu com mesas redondas temáticas e a apresentação final da Maratona. O SEIRECON 2019 evento contou com a parceria do Núcleo de Empresas Juniores e do Ramo Estudantil do Instituto de Engenheiros Eletricistas e Eletrônicos da UFRB, com apoio da Prefeitura Municipal e da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Cruz das Almas, além da Empresa Agroambi Bahia Serviços de Engenharia.

Fonte: UFRB