Secretaria de Educação de Dom Macedo Costa realiza atividades pedagógicas para estudantes no período de pandemia

A situação que se apresenta no momento atual, em decorrência da pandemia da COVID-19, fez-se necessário a suspensão das aulas em território nacional. Tais atitudes foram determinadas por leis, decretos e deliberações dos governos em todas as esferas, seguindo a orientação da OMS – Organização Mundial de Saúde e Ministério da Saúde, com a finalidade de evitar aglomerações e proliferação da doença. Diante disso, a Secretaria de Educação , através de toda equipe, tem buscado desenvolver um trabalho com os alunos, levando em consideração as diversas realidades.
Dessa forma, aquelas que não foram localizados nas redes sociais, estão sendo assistidas por meio da entrega de cronogramas com atividades que contemplam as habilidades  já desenvolvidas, o que viabiliza o acompanhamento dos pais.   Estão sendo realizadas diversas ações, em todas as modalidades de ensino (Educação Infantil, Ensino Fundamental I e II, Educação de Jovens e Adultos e Educação do Campo).
Alternativas de oferecer aulas remotas (online) aos alunos que possuem acesso à internet, através de aparelhos celulares, bem como elaborar atividades a serem impressas para que todos os alunos matriculados possam ter acesso, com o intuito de deixá-los atualizados e motivados. É válido ressaltar que tais ações não substituem as aulas presenciais, mas toda equipe tem se empenhado.
O projeto com aulas online, através do WhatsApp, teve início no dia 23 de março do corrente ano, composto por atividades/ações com apresentações de textos e conteúdos que fazem parte dos planos de cursos das disciplinas apresentados no início do ano letivo, com base nas orientações da BNCC, porém com algumas adaptações necessárias para este momento. Nesse sentido, esta proposta tem como diretriz central a realização de atividades que permitam estabelecer vínculos entre os educadores e educandos.
A decisão de ofertar os blocos pedagógicos impressos foi tomada em diálogo entre todas as profissionais. O critério para a tomada de decisão sobre os blocos pedagógicos impressos com atividades de quarentena levou-se em consideração a inviabilidade de acesso à tecnologia, falta de equipamentos para o acesso à internet e conteúdos digitais e a velocidade insuficiente da internet para a minoria que possui.Para que não houvesse aglomeração, a Secretaria Municipal de Educação disponibilizou transporte aos diretores para entregas das atividades modulares em domicilio, aos alunos que possuem dificuldade em acesso à internet. Junto às atividades , foi entregue cartilha orientadora sobre os cuidados e prevenções contra o Covid-19 coronavírus.
Fonte: Ascom