Município de Dom Macedo Costa recebe primeiro Selo de Inspeção Municipal

Uma queijaria, localizada em Dom Macedo Costa, foi o primeiro empreendimento do município a receber o Selo de Inspeção Municipal (SIM), o serviço sanitário, voltado para agricultores familiares, que regulamenta a inspeção e fiscalização de agroindústrias que beneficiam e comercializam produtos de origem animal e vegetal em nível local.

A implantação do SIM nos municípios do Território Recôncavo está sendo viabilizada por meio da parceria firmada entre o Consórcio Público do Recôncavo e o Governo do Estado, via a Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), empresa vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR).

O representante da queijaria Dom Queijo, Leonardo Mello, conta que sempre teve contato com o campo, com a produção de leite e que tinha o sonho de trabalhar com queijos. A partir de hoje, com o registro, será possível trabalhar da forma correta: “Antes vendíamos somente o leite e chegamos a fazer queijo e vender na informalidade, mas isso dificultou o nosso desenvolvimento. A inspeção viabilizou comercializarmos da forma certa, sem ter que se esconder. Pra gente o SIM é um troféu”.

A queijaria tem 49 m2, capacidade de processamento de 500 litros de leite por dia, com produção média diária de 50 barras de queijos. Antes, Leonardo comercializava o leite in natura, a R$1 o litro e tinha um faturamento entre R$10 a R$12 mil por mês. Hoje, a barra do queijo será vendida a R$40 e o faturamento pode chegar a R$70 mil reais por mês com o beneficiamento do leite.

Segundo o coordenador de Agroindústria da CAR/SDR, Wanderley Gomes, com uma produção certificada é possível alcançar o mercado atacadista e varejista: “O SIM gera emprego e renda e desenvolve a economia. A CAR está implantando e ampliando o SIM com a perspectiva de acessar também o mercado nacional. Os oito consórcios que recebem apoio da CAR, com o SIM, estão no projeto-piloto com o Sistema Brasileiro de Inspeção de Produtos de Origem Animal (SISBI-POA), desenvolvido pela Secretaria de Defesa Agropecuária do  Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), o que vai permitir a comercialização dos produtos registrados em todo o território nacional. Isso é desenvolvimento, geração de emprego e renda e ampliação de mercado para os produtos da agricultura familiar”.

Investimentos

Além do convênio firmado com Consórcio Público do Recôncavo, o Governo do Estado, por meio da CAR/SDR, já firmou convênios para implantação do SIM com sete outros consórcios públicos, sendo eles: Consórcio Sisal, Bacia do Paramirim, Sertão do São Francisco, Piemonte da Diamantina, Portal do Sertão, Bacia do Jacuípe e Piemonte Norte Itapicuru. Mais de R$ 1,2 milhão em recursos já foi investido para incentivar a consolidação do SIM.