12ª Conferência Municipal de Assistência Social é realizada em Conceição do Almeida

763d8c21-c7ba-49e5-b4a8-48ad693fa811
0ec09c80-cd52-40b4-9462-960006e7a3c4
1c0cbaf8-5106-4197-a6c3-172807b5b0f8
1fcafc59-adf7-4042-bd4f-afd450b58a2c
2d7f7ff1-5279-4187-bb3a-ed7f8aab4a58
6e8cc76e-66dd-4a87-b702-c3f9b711e8c7
6f464f33-8898-4575-8d17-1b34c5d3884e
6f618765-a734-479d-b947-ef3e0dac2d2b
7b4d8ee5-431d-49bd-bc84-2209c8500e52
8e14747b-7073-433f-9223-ec90987b06c3
10b2f311-af8e-4ee0-becc-44cf47978cb4
29d81b26-1ec5-4a04-a6d4-b26bc7801a7f
60f9a9be-ae35-4ca0-8de8-2774d0835c9f
525187f3-0b36-4133-9046-7d03cdf9d57a
971515fd-3490-45e2-a66a-264ae8e85357
37894837-926e-4ed8-b38b-7349f4870ea2
cec767b4-6d43-4fb1-b96e-e7ab8d2fb2b8
ebe0cd33-6da2-4602-ae49-7eaf407754b8

A 12ª Conferência Municipal de Assistência Social ocorreu nesta terça-feira (31/8) em Conceição do Almeida.

Estiveram presentes na mesa de abertura o Prefeito Adailton Campos Sobral, a Presidenta da Câmara de Vereadores Gláucia Araújo, o presidente do Conselho Municipal de Assistência Social – CMAS, Sued Nascimento, Maria Tupinambá usuária do SCFV, a Secretária de Desenvolvimento Social Thasla Souza, a Coordenadora do CRAS Parteira Rufina Luise Maria e a Assistente Social Ezilda Barreto.

Participaram do evento também diversos representantes de diferentes localidades da zona rural do município e da sede que participam dos grupos do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos – SCFV (Terceira Idade idade, jovens); além de diversos setores da sociedade, trabalhadores do SUAS e de outras políticas públicas para juntos avaliar a política de Assistência Social e propor aprimoramento do Sistema Único de Assistência Social – SUAS , a nível municipal, estadual e federal.

Com o tema: Assistência Social, direitos do povo e dever do estado com financiamento público para enfrentar as desigualdades e garantir a proteção social, a palestra foi ministrada pela assistente social, Ezilda Barreto.

Assim, este é o primeiro evento realizado com a presença do público desde o início da pandemia. Todos os protocolos foram seguidos com segurança, inclusive o limite de participantes.

Segundo a prefeitura, a Conferência é um marco importante para que o Poder Público realize a escuta das demandas e sugestões da sociedade civil, para melhor qualificar as ações da Política Municipal de Assistência Social.

No turno da tarde os participantes se dividiram em cinco oficinas temáticas para discutir os temas de cada eixo, propor ideias e dar sugestões de aprimoramento da política de assistência social.

No final, ocorreu as deliberações, votações das propostas e escolhas dos delegados para representar a cidade de Conceição do Almeida na Conferência  Estadual de Assistência Social.