Pastor André Valadão diz que igreja não é para gays: ‘podem ir para um clube’

“Podem ir para um clube gay, mas na igreja não dá” – essa foi a resposta do pastor evangélico líder da Igreja Batista da Lagoinha, André Valadão, quando questionado por um fiel sobre dois rapazes protestantes que estariam namorando. “Dois rapazes que são membro da igreja estão namorando. Expulsa eles ou deixa na igreja?”, foi a questão feita por um seguidor do religioso nessa terça-feira (8), pelo Instagram.

“Então. Igreja tem um princípio bíblico. E a prática homossexual é considerada pecado. Eles podem ir para um clube gay ou coisa assim. Mas na igreja não dá. Esta prática não condiz com a vida da igreja. Tem muitos lugares que gays podem viver sem qualquer forma de constrangimento. Mas na igreja é pum lugar para quem quer viver princípios bíblicos. Não é sobre a igreja expulsar, é sobre entender o lugar de cada um”, respondeu o religioso.

A declaração foi divulgada por um usuário do Twitter, após a publicação ser apagada. O assunto ficou entre os mais comentados no Brasil na plataforma nesta quinta-feira (10), gerando diversas críticas à fala do pastor. “Cristo expulsou do templo, a chicotadas, os que mercantilizavam a fé. André Valadão é aquele que criou até cartão de crédito para cristãos”, publicou um usuário.

Até a publicação desta, o pastor não havia se pronunciado sobre o assunto. A reportagem tentou contato por telefone com a Igreja Batista da Lagoinha, mas não obteve retorno.

Fonte: O Tempo




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *