Ex-‘Ken Humano’ faz cirurgia de mudança de sexo: ‘Tão bom ser mulher’

Jessica Alves finalmente revelou a cirurgia de “mudança de vida” que se submeteu recentemente. A apresentadora brasileira, que ficou conhecida como ‘Ken Humano’ e revelou sua transexualidade em meados de janeiro de 2020, foi até a Tailândia para fazer o procedimento de redesignação sexual, ou seja, a mudança definitiva de sexo.

Aos 37 anos de idade, Jessica já se submeteu a mais de 80 cirurgias plásticas, e revelou recentemente com exclusividade para Quem que faria o procedimento mais importante de sua vida.

Realizada na última quarta-feira (17) em Bangkok, na Tailândia, a cirurgia demorou aproximadamente 6 horas de duração e foi realizada com o famoso Dr. Kamol Pansritum M.D. no Kamol Cosmetic Hospital. Jessica investiu £ 13.700, o equivalente a R$ 104 mil na cotação desta sexta-feira (19).

Em conversa exclusiva com Quem, Jessica explicou que, agora, se sente finalmente completa após “nascer no corpo errado”. “Adoro a minha vagina nova. Está um pouco inchada, mas é muito bonita. Agora posso começar minha nova vida como uma mulher feliz. Eu renasci, essa é a verdade. Foi uma cirurgia de renascimento, para mim. Graças a Deus que tenho uma família maravilhosa no Brasil que me ama tanto, que me apoia. Eu já me sinto realmente uma outra pessoa. Só tinha que fazer esse procedimento para finalizar. É tão bom ser mulher!”, celebrou.

A apresentadora também contou que ainda está um pouco inchada, já que faz apenas dois dias que se submeteu ao procedimento. Porém, garantiu que já tem planos futuros: “Em três meses, poderei usá-la sexualmente! Minha nova vagina definitivamente me dará confiança para namorar e ter intimidade com alguém.”, contou.

Jessica Alves fez a mudança de sexo com o famoso Dr. Kamol Pansritum M.D. no Kamol Cosmetic Hospital (Foto: Reprodução / Instagram)

Jessica Alves fez a mudança de sexo com o famoso Dr. Kamol Pansritum M.D. no Kamol Cosmetic Hospital (Foto: Reprodução / Instagram)

O procedimento de afirmação de gênero é denominado Vaginoplastia Peniana-Peritoneal. Segundo Jessica, para a realização da cirurgia foi utilizado seu revestimento abdominal (peritoneal) para criar a vagina. A técnica moderna também é usada em mulheres que nascem sem canal vaginal. “Fui a este hospital porque é um dos melhores do mundo para pessoas trans. O tecido peritoneal utilizado é muito parecido com o da vagina, pois é elástico e autolubrificante. Esta técnica moderna não exige uma vida inteira de dilatação, ao contrário das outras opções de inversão peniana ou uso do cólon. O procedimento usa uma pequena quantidade de inversão peniana combinada com uma passagem do peritônio para fazer o canal vaginal.”, explicou.

Ainda de acordo com Jessica, os lábios externos de sua nova vagina visível foram criados com tecido peniano e ficou sem cicatrizes à vista.“Eu me sinto ótima quando me olho no espelho. Minha vida vai ser muito melhor porque me sinto bonita, agora. Voltarei para Londres em seis semanas, e mal posso esperar para ir às compras porque havia tantas roupas que não poderia usar por causa do meu pênis.Isso me deixava muito constrangida e chateada, mas agora posso finalmente ser eu mesma.”, concluiu.

Transição

Recentemente, ela celebrou um ano e três meses do início de sua transição para o corpo feminino com uma foto em que aparece sem maquiagem. “Já faz 1 ano e 3 meses que escolhi ser eu mesma e feliz! Eu escolhi liberdade, felicidade, honestidade comigo mesmo e agora em 2021 eu não poderia estar mais feliz!”, disse ela na legenda da publicação.

A apresentadora, que atualmente mora em Londres, no Reino Unido, ainda falou sobre como tem passado o período de isolamento social, por conta da pandemia de coronavírus. “Ficar em casa e ficar segura em momentos difíceis como este, dando à minha pele um descanso da maquiagem e tentando uma dieta de jejum junto com comprimidos de colágeno e ácido hialurônico”.

Após celebrar um ano do início de sua transição, Jessica comentou como vem se sentindo com tantas mudanças físicas. “Estou me sentindo ótima. Só tenho mais alguns passos para finalizar minha transição, que envolve terapia hormonal, avaliações fisiológicas mensais e exames de sangue para verificar meus níveis hormonais e minha saúde geral. É um sentimento maravilhoso ser mulher. Tudo agora faz sentido na minha vida. Quando eu acordo e me olho no espelho vejo que eu sempre fui destinada a ser [mulher]”, explicou.

Cirurgias Plásticas

Até junho de 2019, Jéssica já havia passado por 72 cirurgias plásticas. No começo de 2020, ela passou a se submeter a mais procedimentos depois de se assumir uma pessoa trans. Ela já colocou silicone e fez feminização facial, que custou 112 mil reais.

*Globo