Dupla do MBL aciona Juliette por cantos de apoio a Lula durante show

MBL acusa a artista de usar dinheiro público para fazer campanha

Dupla do MBL aciona Juliette por cantos de apoio a Lula durante show
Foto: Divulgação/Prefeitura de Caruaru

Por incentivar o público na “Festa Junina de Caruaru”, no sábado (2), a entoar cânticos favoráveis ao pré-candidato petista à Presidência da República, a cantora Juliette e Lula estão sendo acionados na Justiça Eleitoral pelos pré-candidatos a deputado federal por São Paulo, Rubinho Nunes e Guto Zacarias (União Brasil), que integram o Movimento Brasil Livre (MBL). A informação é da CNN Brasil.

No texto, Rubinho e Zacarias apontam duas supostas violações: a primeira em relação à propaganda política antecipada e outra sobre a realização de um showmício.

Para as eleições de 2022, as propagandas eleitorais e os pedidos explícitos de votos só serão permitidos após 16 de agosto. Em relação aos showmícios, o Supremo Tribunal Federal (STF) manteve o entendimento, que vigora desde 2006, de que são ilegais.

No sábado começou a valer a regra do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) de que pré-candidatos não poderiam contratar artistas com verba pública. Na representação, a dupla do MBL pede punição tanto à cantora quanto ao pré-candidato por infringirem, no entendimento deles, as leis eleitorais.

*Bahia.Ba