Ex-presidente da Braskem é preso nos Estados Unidos

Foto: Divulgação

O ex-presidente da Braskem, José Carlos Grubisich, foi preso nesta quarta-feira (20) em Nova York, nos Estados Unidos. Ele é acusado de conspiração por violar uma lei de corrupção estrangeira do país e por conspiração para lavagem de dinheiro.

A informação foi publicada pela agência Reuters, a partir do depoimento de uma fonte anônima. Ele foi detido no aeroporto John F. Kennedy.

Segundo a Folha de S. Paulo, o ex-presidente da petroquímica e também da produtora de etanol Atvos trabalhou a para a Odebrecht de 2001 a 2012, antes da deflagração da Operação Lava Jato, e integrou o pequeno grupo de executivos de confiança com direito a ações da Odebrecht Investimentos, a holding que controla as empresas do conglomerado.

*BN