Prazer sexual é divino e ‘vem diretamente de Deus’, diz papa Francisco

O prazer sexual e o gastronômico são “simplesmente divinos”, disse o Papa Francisco em uma entrevista publicada em um livro publicado na quarta-feira (09) na Itália.

“A Igreja condenou os prazeres desumanos, grosseiros, vulgares, mas por outro lado sempre aceitou os prazeres humanos, sóbrios, morais”, disse o papa argentino quando questionado por Carlo Petrini, escritor e gourmet italiano.

“O prazer de comer serve para manter uma boa saúde, da mesma forma que o prazer sexual serve para embelezar o amor e garantir a continuidade da espécie”, disse Francisco.

Esta visão “causou enormes danos, que ainda são perceptíveis em alguns casos”, acrescentou.
O papa também destaca sua admiração pelo filme “A Festa de Babette”, que se passa em uma comunidade protestante dinamarquesa ultrapuritana do século XIX e que é uma homenagem à gastronomia.
“Para mim é um hino à caridade cristã, ao amor”, considera o Papa.
Fonte: G1




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *