Fronteira de Gaza com Egito é reaberta, mas saída de brasileiros é adiada mais uma vez

Portão para a fronteira entre Rafah, no sul da Faixa de Gaza, e o Egito. Foto: Mohammed ABED

A fronteira da Faixa de Gaza com o Egito, pela cidade de Rafah, foi reaberta hoje para a saída de estrangeiros do território palestino. Mas, segundo o embaixador do Brasil na Palestina, Alessandro Candeias, uma nova lista de estrangeiros não foi divulgada nesta manhã.

Segundo a CBN, os estrangeiros que puderam deixar o território nesta quinta-feira são os que estavam em listas divulgadas na quarta-feira, mas que tiveram sua saída também adiada após a fronteira ser fechada por questões de segurança. Dessa forma, a saída de brasileiros, que, segundo Brasília, o governo de Israel garantiu que aconteceria até ontem, foi adiada mais uma vez.

Órgãos internacionais apuram as denúncias de Israel sobre o uso de ambulâncias pelo Hamas, fato que ainda não foi totalmente esclarecido. Nessa quarta, o porta-voz adjunto do Departamento de Estado dos Estados Unidos, Vedan Patel, disse que autoridades americanas estão trabalhando com Egito e Israel pela reabertura.

Enquanto isso, os 24 brasileiros e 10 parentes próximos continuam no aguardo em Rafah.

Diante do impasse, o ministro das Relações Exteriores do Brasil, Mauro Vieira, cobrou explicações de Israel sobre a dificuldade para a saída de brasileiros da Faixa de Gaza. Ele fez um apelo por uma solução rápida da questão.

O embaixador de Israel no Brasil, Daniel Zohar, prometeu unir esforços para retirar todos da região, aumentando inclusive a cota de estrangeiros liberados por dia.



Veja mais notícias no blogdovalente.com.br e siga o Blog no Google Notícia