Presidente da Conmebol faz apelo à Fifa por Copa do Mundo no Brasil

Alejandro Domínguez (à esq.) ao lado de Gianni Infantino – Foto: Divulgação | Conmebol

Em meio à disputa pela sede da Copa do Mundo Feminina de 2027, o presidente da Conmebol, Alejandro Domínguez, fez um apelo para que a competição seja realizada na América do Sul.

Em evento no Paraguai nesta quinta-feira (11), Domínguez se dirigiu ao presidente da Fifa, Gianni Infantino: “Presidente, não poderia deixar de fazer esse apelo: a Copa do Mundo Feminina de 2027 deve ser disputada pela primeira vez na história na América do Sul.”

O Brasil concorre com candidaturas conjuntas da Europa (Alemanha, Bélgica e Holanda) e da Concacaf (Estados Unidos e México). O torneio já foi realizado nos Estados Unidos (1999 e 2003) e na Alemanha (2011), mas nunca na América do Sul.

Domínguez destacou a importância de acelerar o desenvolvimento do futebol feminino, que “vai crescendo e não tem teto”.

“O futebol feminino, para nós, é um tremendo desafio. Por causa dos homens, que ganham tudo, agora precisamos acelerar o desenvolvimento do futebol feminino. Precisamos cortar os prazos, organizar mais torneios. Precisamos recuperar esse tempo perdido”, afirmou.

A sede da Copa do Mundo Feminina de 2027 será decidida durante o Congresso da Fifa, em 17 de maio na Tailândia. Votam os 211 países-membros da Fifa.



Veja mais notícias no blogdovalente.com.br e siga o Blog no Google Notícia