15 milhões de pessoas foram beneficiadas no Desenrola Brasil

Foto: reprodução

O Programa Desenrola Brasil, lançado em julho de 2023 com o objetivo de auxiliar na renegociação de dívidas e reduzir a inadimplência no país, já beneficiou mais de 15 milhões de pessoas em 10 meses de funcionamento. O programa renegociou um total de R$ 53,07 bilhões em débitos, o que representa 0,5% do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro.

A Faixa 1 do programa, direcionada a devedores com renda de até dois salários mínimos ou inscritos no CadÚnico e com dívidas de até R$ 20 mil, apresentou resultados particularmente expressivos. O número de inadimplentes nessa faixa caiu 8,7%, passando de 25,2 milhões para 23,1 milhões, segundo dados da Serasa. As renegociações para essa faixa, que começaram em outubro de 2023 e foram encerradas nesta segunda-feira (20), beneficiaram cerca de 5 milhões de pessoas, com a renegociação de R$ 25,43 bilhões em débitos.

O Ministério da Fazenda destaca a eficiência do Desenrola Brasil, ressaltando que cada R$ 1 investido no programa resultou em R$ 25 em dívidas renegociadas. O governo gastou apenas R$ 1,7 bilhão dos R$ 8 bilhões destinados ao Fundo Garantidor de Operações (FGO), que cobre eventuais inadimplências dos beneficiários.

Os dados da Serasa também comprovam o impacto positivo do programa na economia. De 17 de julho de 2023 até 1º de maio deste ano, o valor em dívidas negociadas no “Serasa Limpa Nome” subiu 12,7%. Apenas em julho do ano passado, quando o programa começou para a Faixa 2, que refinanciou dívidas bancárias de qualquer valor de clientes que ganhavam até R$ 20 mil, a Serasa registrou alta de 62% no volume de renegociações em seus canais.



Veja mais notícias no blogdovalente.com.br e siga o Blog no Google Notícia