Brasil pode sediar a Copa do Mundo Feminina, em 2027

Ednaldo Rodrigues, presidente da CBF - Foto: Divulgação | Fifa
Ednaldo Rodrigues, presidente da CBF – Foto: Divulgação | Fifa

O presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Ednaldo Rodrigues, esteve presente na última reunião do Conselho da Fifa antes do 74º Congresso da entidade, realizado em Bangkok, na Tailândia. O encontro reuniu representantes dos 211 países membros para discutir diversos temas relacionados ao futebol feminino, incluindo a escolha da sede da Copa do Mundo Feminina de 2027, na qual o Brasil é um dos candidatos.

Ednaldo Rodrigues, que integra o Conselho da Fifa desde março de 2023, aproveitou a oportunidade para defender a candidatura brasileira para sediar o mundial feminino. O Brasil já demonstrou grande capacidade em organizar eventos esportivos de alto nível, como a Copa do Mundo Masculina de 2014, e possui infraestrutura adequada para receber a competição.

Uma das principais novidades anunciadas durante a reunião foi a criação do Mundial de Clubes Feminino, que será disputado a cada quatro anos a partir de 2026. A competição contará com a participação de 16 equipes e ainda não tem país sede definido.

Visando o desenvolvimento global do futebol feminino, o Conselho da Fifa também aprovou a criação de uma nova competição de clubes que será realizada nos anos seguintes à Copa do Mundo de Clubes Femininos da FIFA, a partir de 2027. Os detalhes da competição ainda serão divulgados.

A Fifa também anunciou mudanças no calendário internacional do futebol feminino para o período entre 2026 e 2029. O número de “datas Fifa” anuais será reduzido de seis para cinco, com o objetivo de diminuir a sobrecarga das jogadoras e promover um equilíbrio entre o futebol de clubes e o de seleções.



Veja mais notícias no blogdovalente.com.br e siga o Blog no Google Notícia