Doações internacionais para o Rio Grande do Sul terão isenção de impostos

Foto: reprodução/Azul

Em meio à devastação causada pelas enchentes no Rio Grande do Sul, a Receita Federal anunciou nesta quarta-feira (8) medidas para facilitar a entrada de doações internacionais ao estado. A partir de agora, os produtos doados serão isentos de impostos e terão tratamento expresso na alfândega, agilizando o processo de entrega e assistência às vítimas da tragédia.

Mesmo com a isenção de impostos e tratamento expresso, os bens doados passarão por inspeções de rotina da Receita Federal e demais órgãos do comércio exterior, como Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e Ministério da Agricultura. As mercadorias, no entanto, terão liberação rápida para garantir que a ajuda chegue o mais rápido possível às vítimas das enchentes.

A Receita Federal orienta que, em caso de dúvidas, as pessoas interessadas em doar entrem em contato com a unidade por onde as mercadorias entrarão no país.

O último balanço da Defesa Civil informa que as enchentes no Rio Grande do Sul já causaram mais de 100 mortes, 128 desaparecidos, 163.720 desalojados temporariamente e 66.761 desabrigados. Cerca de 1,45 milhão de pessoas foram afetadas pelas chuvas em 417 municípios do estado.



Veja mais notícias no blogdovalente.com.br e siga o Blog no Google Notícia