Claudia Sheinbaum é 1ª mulher eleita presidente do México

A vitória é indicada pela contagem preliminar dos votos do Instituto Nacional Eleitoral (INE), a principal autoridade eleitoral do país.

Claudia Sheinbaum
Imagem: reprodução/ Agência Brasil

A candidata do governo Claudia Sheinbaum venceu a eleição presidencial do México neste domingo (2). Apadrinhada pelo atual presidente, Andrés Manuel López Obrador, Sheinbaum será a primeira mulher a assumir o cargo no país.

A vitória é indicada pela contagem preliminar dos votos do Instituto Nacional Eleitoral (INE), a principal autoridade eleitoral do país. Com 69% das urnas apuradas, a contagem do INE estima que Sheinbaum obteve entre 58,3% e 60,7% dos votos. Na sequência, a opositora Xóchitl Gálvez conquistou entre 26,6% e 28,6%, ainda de acordo com a projeção.

O modelo de contagem adotado pelo INE estima o resultado da eleição com base em uma amostra representativa da votação em todo o país. Tem uma margem de erro de mais ou menos 1,5%, segundo o próprio instituto.

A candidata vencedora disse que terá um governo “sem distinções”, embora uma parte dos cidadãos não tenha votado a seu favor.

O presidente do México, Andrés Manuel López Obrador, comemorou que a candidata oficial Claudia Sheinbaum foi a vencedora da Presidência do México nos resultados preliminares.

“Hoje é um dia de glória porque o povo do México decidiu livre e democraticamente que Claudia Sheinbaum se torna a primeira mulher presidente em 200 anos de vida independente da nossa República. Parabéns a todos nós que temos a alegria de viver nestes tempos estelares de orgulho e transformação”, disse Obrador no X.



Veja mais notícias no blogdovalente.com.br e siga o Blog no Google Notícia