Exército aumenta limite de armas para policiais militares e bombeiros

Podem possuir até quatro armas

Foto: reprodução/Metrópoles

Policiais e bombeiros militares, tanto ativos quanto inativos, dos estados e do Distrito Federal agora podem possuir até quatro armas. Essa alteração foi oficializada pela Portaria 225, publicada pelo Exército nesta terça-feira (4) no Diário Oficial da União.

A portaria, assinada pelo general de Exército Flavio Marcus Lancia Barbosa, também inclui membros do Gabinete de Segurança Institucional (GSI). De acordo com a nova regulamentação, das quatro armas permitidas, duas podem ser de uso restrito e uma delas pode ser uma arma portátil longa, como um fuzil.

Além disso, a portaria garante que os policiais e bombeiros militares que adquirirem armas de fogo durante o serviço ativo poderão manter a posse dessas armas na inatividade.

Essa mudança reverte uma decisão de maio passado, que havia reduzido para duas o número de armas permitidas para militares inativos.



Veja mais notícias no blogdovalente.com.br e siga o Blog no Google Notícia