UFBA mantém contratação de professores mesmo após ordem do MEC

A UFBA (Universidade Federal da Bahia) decidiu manter a contratação de professores substitutos mesmo com ofício do MEC (Ministério da Educação) determinando que universidades e institutos federais não contratem novas despesas para o pagamento de pessoal.

A universidade baiana quer contratar cerca de 135 professores para evitar o fechamento de 1.021 turmas dos cursos de graduação.

“Se você tem um banco de professores e alguém se aposenta, você tem o direito de fazer um concurso para substituição. A cada ano, é preciso informar as previsões de concurso e coisas do tipo”, explicou João Carlos Salles, reitor da instituição, ao UOL.

No ofício do MEC, enviado às instituições no dia 4 deste mês, a pasta argumenta que o orçamento do MEC na LOA (Lei Orçamentária Anual) para 2020 caiu de R$ 74,6 bilhões para R$ 71,9 bilhões no processo de tramitação no Congresso. (Bahia.Ba)