Mau tempo obriga piloto a desviar voo de Bolsonaro da Bahia para Sergipe

O avião que levava o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e comitiva para Paulo Afonso (BA) teve que aterrissar no aeroporto de Aracaju (SE) por causa do mau tempo no destino na manhã desta quinta-feira (5). Ele tem agenda prevista em Piranhas (AL), na divisa com a Bahia.

Apesar do imprevisto, que resultou na alteração da rota, Bolsonaro disse em uma rede social que aguardará melhoras meteorológicas para retomar a agenda inicial, que está mantida. Segundo o aeroporto de Paulo Afonso, não havia visibilidade para o pouso.

Enquanto aguardava a nova decolagem dos helicópteros da FAB, que vão levá-lo para Piranhas, o presidente deixou o aeroporto e interagiu com apoiadores na porta de uma lanchonete. Ele estava sem máscara e causou aglomeração. Em Sergipe, é lei usar o equipamento de proteção em locais públicos.

Às 10h13, o presidente embarcou em um helicóptero com destino a Piranhas.

Presidente Jair Bolsonaro embarca em hilicótero em Sergipe para Piranhas, Alagoas — Foto: Michelle Almeida/TV Sergipe

Presidente Jair Bolsonaro embarca em hilicótero em Sergipe para Piranhas, Alagoas — Foto: Michelle Almeida/TV Sergipe

A visita a Alagoas é para inaugurar uma obra de ampliação do Sistema de Abastecimento de Água (SAA) de Piranhas. Além disso, ele pretende anunciar a liberação de R$ 14,8 milhões para a continuidade da obra do Trecho 4 do Canal do Sertão Alagoano.

Na comitiva presidencial, a bordo da aeronave, estavam ainda o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, e o presidente da Funasa, coronel Giovanne Silva, que representa o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello.

Com R$ 12 milhões recebidos da Funasa, o Sistema de Abastecimento de Água vai atender cerca de 10 mil pessoas da área rural do Distrito de Piau, por meio de captação de água no Trecho III do Canal do Sertão Alagoano, inaugurado em 2013 e que já beneficia mais de 100 mil alagoanos.

Canal do Sertão

O Canal do Sertão foi inaugurado em 2013 e está inserido no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), do Governo Federal. O projeto prevê a construção de um canal de 250 quilômetros de extensão entre Delmiro Gouveia, no Sertão de Alagoas, até Arapiraca, na região Agreste. 94,6% das obras já foram concluídas.

*G1